terça-feira, 7 de outubro de 2008

Tecnologias na escola: um salto na aprendizagem ou o Mito de Sísifo.

Hoje vou refletir sobre:
Esta questão te me inquietado muito nos últimos anos. Muitos fatores podem transformar a tecnologia num grande mito de Sísifo. Ações pontuais, falta de projetos de gestão em tecnologias nas escolas, trabalhos fragmentados, ênfase em dificuldades e não em potencialidades de aprendizagem podem transformar a tecnologia num grande mito de Sísifo. E então estaremos iniciando sempre novas ações e recomeçando, talvez não do zero, mas recomeçando...
No entanto, projetos de gestão, trabalhos colaborativos, estudo e reflexão, ênfase em potencialidades na aprendizagem podem fazer a diferença. Assim a tecnologia poderá auxiliar na ampliação dos espaços de participação de gestores, professores e alunos.
Trabalhos isolados, fragmentados, poderão se integrar em outros maiores...
Será utopia, ou já acontece em nossas redes de ensino?

8 comentários:

Tetê disse...

Oi Marisa! Vim matar as saudades! Na quarta-feira, logo após do "Um pé do que", no Canal Futura, vi uma reportagem sobre uma escola portuguesa(se não me engano, Escola da Ponte) fantástica! Não sei se você viu, mas valeria a pena entrar no site do Canal Futura para conferir! Muita chuva aí, né? Espero esteja tudo bem! Bjks e bom final de semana!

Marisa Elsa disse...

Oi Tetê!
Vou tentar localizar o programa. Apesar da chuva que deprime um pouco aqui está tudo ótimo...
E aí no Rio, como está o tempo?
Bom final de semana...

Ms Nilton Bruno Tomelin disse...

Olá. Suas opiniões são muito importantes para mim. Gosto de escrever e principalmente de ler o que os outros escrevem.
Fico perplexo com a absoluta falta de sensibilidade com que leigos falam da escola pública sem sequer se dar ao trabalho de ouvir que a faz de verdade.
Quanto as enchentes, aqui em Benedito Novo, foi muito trágico. Tivemos duas morte e cerca de 500 pessoas desalojadas.
Mas a exemplo de Blumenau, vamos nos reerguer e continuar nossa missão.
Um forte abraço!

Marisa Elsa disse...

Nilton!
Que bom que temos pontos de vista em comum em relação à escola pública.
Também me inquieto especialmente com afirmações da mídia, de pessoas em geral eaté de educadores em relação a isso.
Abraços

Anônimo disse...

Inserir novas tecnologias na escola pública é um desafio para qualquer projeto de gestão escolar. As teorias são muitas mas, os professores , pouco familiarizados com o computador (para fins pedagógicos), não conseguem inseri-los em suas rotinas de sala de aula.Compete ao gestor investigar as causas e propor ações que possam reverter essa situação. Cursos de formação continuada, tempo para planejamento, manutenção e atualização dos equipamentos e softwares são iniciativas imprescindíveis para a superação dos obstáculos.

Anônimo disse...

Realmente o gestor pode ter um papel fundamental de identificar as necessidades em relação às TICs em sua escola (formação, projeto pedagógico entre outros).

Ms Nilton Bruno Tomelin disse...

Nossa que tregédia.
Também postei um texto com fotos de Benedito Novo.

Marisa Elsa disse...

Legal... Já vou lá bisbilhotar...